Não se apegue tanto as técnicas

estudando

Muita gente tem dificuldade para criar uma rotina de estudos em função de seus próprios compromissos diários, além da falta de disciplina e compreensão do que fazer para que seu estudo renda, de fato. Por isso, confira a seguir 4 regrinhas inovadoras para melhorar a sua preparação para os concursos.

Não se apegue tanto as técnicas de estudo para concurso

Pode soar estranho, mas, a primeira dica é não se apegar tanto as técnicas de estudo, afinal, o que você precisa fazer é adaptar o seu método de estudo as suas necessidades. É recomendado escutar algumas sugestões de pessoas experientes e verificar se o que foi lhe passado pode mesmo servir para o seu beneficio. Apesar de existir técnicas que possam ser utilizadas por todos, há outras que são indicadas apenas para um grupo especifico. Pois, há pessoas que preferem estudar na parte da manhã, outros que rende mais a tarde e ainda aqueles que se sentem mais dispostos ou apenas liberados para estudar a noite.

Outra ideia que pode melhorar o seu desempenho é se dedicar por um período seguido de 60 a 90 minutos e relaxar por uns 15 minutos, mesmo que você se sinta confiante e concentrado, nunca deixe de fazer esses pequenos intervalos. Afinal, não adianta gastar todas as suas energias estudando e não guardar nada do conteúdo.

Como assim, não estudar? Bom, todo mundo sabe que contar somente com a sorte não vai lhe garantir um emprego como funcionário público. Só que para que o seu estudo seja realmente válido, você precisa estar concentrado em sua leitura. Vale lembrar que o armazenamento desse conteúdo ocorre, principalmente, ao longo de uma noite de sono. Por isso, é essencial ter uma boa noite de sono e recuperar as suas energias. Bom, você não deve usar essa razão para esticar o seu sono, mas, nunca deixe de descansar o seu corpo e a sua mente.

Outra metodologia é, basicamente, copiar o sistema de um trabalhador normal. Você estuda durante seis dias na semana e tire um para relaxar. E é importante que você nunca deixe de praticar algum exercício físico, já que a atividade ajuda a elevar a disposição, a oxigenação do seu cérebro e até mesmo melhora o seu humor.

Isso mesmo. Por mais difícil que um seja concurso ou um vestibular, esse conteúdo não vai reprovar ninguém. O grau de dificuldade da prova não tem nada haver com o seu desempenho, pois você estava ciente disso quando fez a inscrição e decidiu se candidatar. O que pode complicar os seus planos de passar em um concurso público é a sua falta de organização e até mesmo de vontade. Você pode ser o seu maior inimigo.

E uma das maneiras de evitar isso é analisar os motivos que lhe distanciam dos estudos, como por exemplo: a preguiça, a falta de organização, receio e desdém. Se você for capaz de ter o controle sobre o seu tempo com amigos, família, diversão, trabalho e estudos, terá muito mais chance de fazer a sua preparação valer a pena.

Você pode achar que esses dois elementos são exatamente o mesmo. Mas, não é bem assim. É fundamental ter domínio da matéria da prova, só que também é necessário ter maneiras de repassar esse conhecimento todo para o seu teste. Muita gente dedica todo o seu tempo para aprender a matéria, só que não se preocupa em fazer as provas anteriores, resolver exercícios e nem simular o tempo real para fazer todo o exame. E essa desatenção pode dificultar a sua aprovação.